Maneiras eficientes de manter sua residência limpa e sustentável

Há várias formas de contribuir para o meio ambiente, principalmente dentro de sua casa. Atitudes simples impedem que a poluição se propague e o seu trabalho aumente. O óleo utilizado para frituras, restos de comida ou vindo de animais, ao ser descartado livremente nos canos da rede de esgoto fica retido em forma de gordura, impedindo o escoamento da água, entupindo o cano e as galerias de esgoto. O mau cheiro atrai pragas que podem causar várias doenças como leptospirose, febre tifoide, cólera, hepatites, entre outras.

A gordura por ser densa não é totalmente extraída da água e quando esta mistura é depositada nos rios e lagos impede a entrada de luz e oxigênio causando a morte de várias espécies aquáticas. Estima-se que um litro de óleo de cozinha pode poluir até um milhão de litros de água. A decomposição deste produto compõe o gás metano (gás do efeito estufa), que retêm o calor do sol na atmosfera. Esse alimento também contamina o solo ao ser descartado nos aterros sanitários junto com o lixo.

A Caixa de Gordura é uma alternativa moderna para minimizar os danos a natureza. Ela acumula os resíduos que sai da pia e da máquina de lavar louças da cozinha, separando a água da gordura, deixando somente a água escoar para o esgoto. Seu material é de polietileno, PVC, entre outros tipos de plásticos resistentes, possuindo diversos formatos. De acordo com a NBR 8160 da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), o equipamento deve ser instalado e vedado em um lugar ventilado e facilmente acessado, ou seja, do lado de fora das residências. Para realizar sua limpeza retire a tampa da caixa e colete o material amarelado e sólido com um saco plástico, esta ação deve ser realizada a cada três meses. 

Algumas casas ainda utilizam a caixa de gordura de alvenaria (tijolo), porém, este tipo de material provoca infiltração no solo e abala a estrutura da residência. Sua limpeza é prolongada, com mais exposição às bactérias. Se sua caixa ainda é neste formato, analise os danos que ela lhe proporciona, entre gastos e perca de tempo com a limpeza. Verifique se está na hora investir com troca deste equipamento, minimizando danos pessoais e ambientais, prevenindo os riscos e otimizando a vida útil de sua moradia.

Toda gordura retirada da Caixa de Gordura pode ser reciclada para produção de sabão em pedra, detergente, massa de vidro, biodiesel e até componentes fertilizantes.

 

Por: Andreza Tavares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *